domingo, 11 de março de 2018

Mama Africa - Capetown


Bem no centro de Capetown, na Long St., fica este tradicional (e turístico) restaurante. Fui por indicação de uma amiga, mas não curti.

O local é bem decorado, com objetos que lembram as tribos africanas. A música é tradicional, mas a acústica é ruim. São diversas peças na casa e em apenas uma delas acontece o show. Então se o seu objetivo for ouvir a tradicional música africana, reserve e peça a mesa nesse salão. A reserva, aliás, é obrigatória e pode ser feita diretamente no sítio do restaurante ou pelo hotel. Lembre-se que, como tem show, tem couvert e ele custa R15.




Os pratos servidos são de alta gastronomia, baseados em carnes exóticas (crocodilo, kudu, springbock, etc.). O atendimento deixa a desejar. E o que mais me incomodou: a escuridão! Todo o restaurante é à meia-luz e não dá para ver o que está sendo servido. ODEIO (sim, assim mesmo) comer no escuro! 





O lustre de garrafas de Coca-Cola é a atração à parte no local. Veja nas fotos do cardápio que se trata de um restaurante mais caro do que o normal. Ele é voltado para o turista, sim. Os locais não o frequentam.





Entrada

Curti muito os vinhos nacionais da uva pinotage



O restaurante estava lotado. Depois de muita demora, veio o nosso prato. E, adivinha... Quase não consegui comer de tão apimentado que era... Estava saboroso, mas depois que a boca amorteceu, não senti mais o gosto de nada...



Resultado: paguei caro e não gostei. Recomendo? Sim. Talvez você goste. Eu não ponho mais meus pés lá.




Tiger's Milk Restaurant & Bar - Capetown


Este restaurante/bar/pub fica bem no centro de Capetown, na Long Street, bem pertinho do hotel em que fiquei hospedada (Strand Tower) e da escola do intercâmbio (Eurocentre). Passava por ele todos os dias, tanto que estive por ali diversas vezes.


O menu é variado e os preços, como sói acontecer em Capetown, muito bons. Come-se muito bem e paga-se muito pouco. Aqui, a qualidade é de primeira.



A decoração também é bem legal. E está sempre cheio. 


Chopp Pale Ale da CBC, a marca tradicional de Capetown. Bem bom e bem gelado. 



Domingo de tarde estava tranquilo, mas durante a semana era difícil encontrar lugar

Pizza Marguerita

A estadia na cidade também foi encerrada aqui. Recomendo!

domingo, 4 de março de 2018

Castle of a Good Hope - Capetown



Balcão de De Kat

Embora o nome do local seja 'Castle' (castelo), para mim é um forte, devido à sua arquitetura em formato estrelar. O Castelo da Boa Esperança foi construído entre 1666 e 1679 pela Companhia Holandesa das Índias Orientais e é considerado, até os dias de hoje, o prédio mais antigo da África do Sul. Ao seu redor, é possível ver o fosso que o circunda e que foi restaurado em 1999. O prédio estava em processo de restauro quando o visitei.

Ele se localiza no centro de Capetown, praticamente em frente à rodoviária e à Prefeitura da Cidade, bem perto da estação de trens. Curiosamente, quando de sua construção, situava-se próximo ao mar.


Do interior do edifício, é possível se avistar a maravilhosa Table Mountain que, nesse dia, estava com o cume coberto pela névoa. O Castle of a Good Hope abriga o Museu Militar (que eu não pude visitar, pois estava em reforma) e a coleção Willian Fehr, com móveis antigos, arte e pinturas que retratam a vida na cidade entre o século XVII e o final da década de 1800.



Também, é possível visitar o espaço destinado às homenagens aos soldados mortos na Segunda Guerra.




Era do belíssimo balcão de De Kat que os holandeses faziam seus discursos. Essas falas eram dirigidas tanto aos escravos como aos moradores da cidade à época.



Abaixo, a masmorra, ainda totalmente preservada. Pensa num lugar sombrio, sufocante e gelado... Esta claridade toda da foto é em razão do flash que precisei acionar...



Mas o que mais me chamou a atenção foi uma exposição de peças em cerâmica, que contava a história da África do Sul. Era possível ver desde escavações e peças muito antigas, como esse leão, até a cerâmica produzida por artistas atuais.

Uma das peças mais antigas

Sisanda Mbana - Zizamele Ceramics - Inspirada na Copa do Mundo de 2010

O valor do ingresso é de R30 (cerca de US$2,50). Tem visitas guiadas 3 vezes ao dia e duas cerimônias: a da chave, que ocorre de segunda a sexta, e a do disparo do canhão, que além dos dias da semana, ocorre também aos sábados. Mais informações podem ser obtidas no sítio oficial.


Recomendo a visita, especialmente por se tratar de um sítio histórico. Reserve não mais do que 2h para a visita, caso seja detalhista no quesito museu (tem que ler e ver tuuuuuuuuuudo). Caso contrário, uma hora é suficiente.



domingo, 25 de fevereiro de 2018

V&A Waterfront - uma experiência completa em Capetown


Outro ponto imperdível em Capetown é o V&A Waterfront, um complexo de shopping, lojas, restaurantes, mercado, porto, passeios, etc. que faz com que você vá diversas vezes lá. Pelo mapa já dá para perceber o seu tamanho, né?


No primeiro dia em que lá estive, visitei o Two Oceans Aquarium, como contei aqui. Na sequência, ingressei no pavilhão da feira de artesanato, que tem muitos estandes para olhar. Os preços são bons e tem uma infinidade de opções de presentes (para si e para os outros).





Entrei nesse outro pavilhão que é uma espécie de mercado público. Tem de tudo para comer. E tudo bom!



Aqui nesse complexo tem marina e porto. E é daqui que saem passeios de barco e, também, o barco que vai para Robben Island.


O que é essa louça? Fiquei louca para trazer ela para mim... Mas e o peso? Quem carrega? hahahahaha



Além de inúmeras lojas locais, com excelentes opções de presente, tem uma parte que é um shopping mesmo, igual a qualquer outro existente no mundo, com o mesmo layout, as mesmas lojas, as mesmas marcas... affff... tudo igual. Claro que ali foi onde menos fiquei, né? 


O tempo estava para chuva, mas não resisti e andei de roda-gigante. Valeu cada segundo! Dá para se ter uma noção de todo o complexo lá de cima.





Das lojinhas de badulaques, esta é a minha preferida. Muitas opções e bom preço. Ah, e dá para negociar, ainda.







Saiba mais acessando o sítio oficial e curtindo a fanpage. E vá muitas vezes durante sua estadia por lá. Sempre tem algum grupo de música, dança ou canto se apresentando nos espaços externos. E tem muito para ver.